cabecalho.gif









Boletim Nº 122                    Rio de Janeiro, 05/11/2012

Auditores do Rio propõem celeridade no trabalho parlamentar




Incentivados pelo indicativo nº 6, referente à realização de trabalho parlamentar no Congresso, específico sobre a Campanha Salarial, os Auditores-Fiscais do Rio de Janeiro aprovaram, por maioria de votos, nas assembleias realizadas nos dias 30 e 31 de outubro, a manutenção e o fortalecimento das operações de crédito zero (zona secundária) e operação padrão (zona primária).
Os filiados à DS/RJ reconhecem o trabalho parlamentar como um recurso eficaz para obter apoios e projetar publicamente as reivindicações da categoria. Em relação à Campanha Salarial 2012, é uma forma importante de pressionar o Governo a liberar o reajuste dos AFRFB, sem atrelamento a dispositivos que impeçam futuras negociações. Pode ser decisivo, ainda, para o sucesso da Emenda Aditiva ao Projeto de Lei 4.369/2012, proposta pelo Sindifisco Nacional, com o objetivo de estender à categoria o reajuste obtido pelas carreiras que assinaram acordo com o Governo.
Nesse sentido, os Auditores do Rio propõem celeridade à Direção Executiva Nacional (DEN) e ao Comando Nacional de Mobilização (CNM) na condução do trabalho – que deve incluir orientações às Delegacias Sindicais e cronograma definido de ações, visando à mobilização efetiva dos AFRFB, com caravanas a Brasília.
A proposta de trabalho parlamentar foi aprovada na Plenária de Brasília, no dia 17 de outubro. Na ocasião, houve expectativa de início imediato da preparação das atividades, em conjunto com as Delegacias Sindicais. Contudo, a Assembleia Nacional foi convocada somente para o dia 31 de outubro.

Aduana solicita visitas regulares



Para os filiados que atuam no Aeroporto Internacional do Galeão/Tom Jobim, a proposta de uma semana de “desembaraço zero” na zona primária, nos meses de outubro, novembro e dezembro, ficou prejudicada pela convocação tardia da Assembleia Nacional. Os aduaneiros se ressentem, ainda, da ausência de cronograma das atividades, que inclua a discussão dos objetivos estratégicos das ações, bem como visitas regulares da DEN e do CNM à zona primária da base Rio.
Em todas as unidades, os colegas solicitaram que a DEN e o CNM comuniquem, de forma clara e permanente, as estratégias do Sindicato para manter a categoria mobilizada. O intercâmbio de informações específicas sobre as ações promovidas em cada base é considerado essencial para a continuidade do movimento reivindicatório, nos moldes propostos pela Plenária de Brasília.

 

 

 

Imprimir
   

 

 

 

Rua Debret, 23 sala 711/716 - Centro - Rio de Janeiro - CEP.: 20030-080
Tel: (21) 3125-3800 - Fax:(21) 3125-3805
Rua da Quitanda, 30 - 11º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20011-030
Tel.: (21) 2507-6063 (fax) © 2009 sindifisconacional-rj.org.br – Todos os direitos reservados.