cabecalho.gif







Boletins


Publuicações
   
 

 

 

 

 

 

Anteriores

09/04/2020-
Homenagem
DS/Rio presta homenagem ao AFRFB Olavo Porfírio Cordeiro
Sede da DS/Rio passa a ter o nome do colega e diretor que faleceu no exercício do mandato

Comunicado importante: A Missa de 30º Dia em memória de Olavo será celebrada neste sábado, 10/4, às 17h, no Santuário Basílica de São Sebastião - Frades Capuchinhos (RJ), com transmissão pelo Facebook (https://www.facebook.com/pascom.capuchinhos) e pelo YouTube (https://www.youtube.com/channel/UCeBorlE3FSAd0Dmsz6wX0Zg)


Rio de Janeiro (12/3). A despedida solitária daquele que viveu para o coletivo teve também a beleza e o aroma das flores enviadas por colegas da RFB e do Sindifisco Nacional de diversas localidades

Na tarde de 10 de março, enquanto os Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil, preocupados com os destinos da administração tributária, acompanhavam a votação da PEC 186 (Emergencial) na Câmara dos Deputados, a diretoria da DS/Rio recebia, consternada, a notícia do falecimento do seu diretor de Relações Intersindicais e Assuntos Parlamentares Olavo Porfírio Cordeiro.

Internado em 18 de janeiro, no Rio, quando os sintomas do coronavírus o debilitaram além da capacidade física de resistir à enfermidade, Olavo atravessou os primeiros dias no hospital com a mesma postura positiva e determinação com que caminhava pela vida, enfrentando desafios para reverter cenários desfavoráveis aos AFRFB.

Insidioso, o vírus avançou gradativamente no organismo do colega de 71 anos de idade, minando as suas defesas até conquistar o objetivo final: calar o discurso coerente, a risada estrondosa, a inteligência aguçada, a sabedoria aprimorada nos estudos e na trajetória de vida, o talento para lidar com as crises e extrair das adversidades algum ponto positivo.



Receita Federal - Graduado em Filosofia e Lógica pela Universidade de Sorbonne, em Paris (França) e pós-graduado pela FGV-Brasília, Olavo ingressou na carreira de Auditor-Fiscal em 1978, percorrendo uma jornada irrepreensivel no Serviço Público e na luta sindical em defesa dos interesses da categoria.

Como Auditor-Fiscal, trabalhou nas Inspetorias (IRF) de Parnaíba (PI), São Sebastião (SP) e Rio de Janeiro (RJ); nas Delegaciais (DRF) de Presidente Prudente (SP) e Brasília; na Assessoria Especial de Modernização da Receita Federal e como integrante da Coordenação do Treinamento em Administração Tributária (TAT), do Programa de Desenvolvimento de Gestores na Fiscalização (PDGF) e do Programa de Desenvolvimento de Gestores na Receita (PDGR).


Sindicalismo - Com a promulgação da Constituição Federal de 1988, que permitiu a sindicalização dos servidores públicos, um grupo de Auditores-Fiscais iniciou intenso movimento para constituir a sua própria representação. O projeto se concretizou em fevereiro de 1989 quando, em Assembleia Geral, foi fundado o Sindifisco (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Tesouro Nacional). Surgia a primeira entidade sindical representativa da categoria, capitaneada pela colega Maria Izabel Almeida da Motta e integrada por incontáveis colegas idealistas, entre os quais, Olavo Porfírio.

Em março de 1995, a entidade mudaria a denominação para Unafisco Sindical, a partir da união entre o Sindifisco e a Unafisco Associação. Olavo contribuiu ativamente com a representação sindical, ocupando inclusive cargos executivos, como presidente das Delegacias Regionais de Brasília e de São Sebastião, e secretário-geral da Regional do Rio de Janeiro (2005 e 2007).



Em abril de 2009, a categoria celebrou os 20 anos da entidade num Congresso Nacional Unificado e, em plebiscito, aprovou alterar a denominação para Sindifisco Nacional.

Olavo colaborou com a direção sindical da base Rio em todas as gestões, até integrar a diretoria 2019/2021, no cargo de diretor de Relações Intersindicais e Assuntos Parlamentares.



Atuação - Progressista, combativo e também conciliador, excelente orador e mestre em articulação sindical, formador de opinião sem jamais desrespeitar os interlocutores, Olavo participou de todas as mobilizações da categoria, ouvindo e difundindo os itens que trariam avanços, mas debatendo e propondo alternativas àqueles que considerava um retrocesso.

Marcou presença, sempre que possível, no trabalho parlamentar do Sindicato, buscando convencer deputados e senadores de todos os matizes ideológicos sobre a relevância da Receita Federal e dos Auditores-Fiscais para a Nação.

Travou, a cada dia, a batalha de todos os visionários que clamam por Justiça Fiscal e pela construção de um Brasil socialmente mais igualitário, cujas políticas de Estado estejam voltadas, de fato, para o bem-estar dos seus cidadãos.



Olavo presente - Em todos os fóruns de debates, ele se fez presente: assembleias que definiram os rumos do cargo; plenárias e congressos dos Auditores-Fiscais; manifestações democráticas de rua; audiências públicas sobre temas relacionados ao Fisco, à Tributação e à Justiça Fiscal; reuniões com a Administração da RFB e/ou o Conselho dos Delegados Sindicais do Sindifisco Nacional; encontros de congraçamento dos filiados; desfiles do Bloco Fazendários do Amor; conversas de bar que resultavam em propostas ao Congresso Nacional...

Olavo não escolhia agenda! As prioridades eram a categoria e a sociedade brasileira. Nesse contexto sindical e político, conjugava e exercia, com maestria, os raros dons de saber falar e ouvir. E, com sincera alegria, apreciava também a companhia dos incontáveis amigos, conquistados ao longo da vida, em todos os lugares, com sua presença educada e olhar atencioso e gentil.



Mensagens - A partida inesperada do colega provocou dezenas de manifestações de pesar, vindas de Auditores-Fiscais, da Administração da Receita Federal, da Diretoria Executiva do Sindifisco Nacional, de entidades sindicais representativas de servidores públicos dos mais diferentes setores.

O Secretário Especial da Receita Federal José Barroso Tostes, por meio da Portaria RFB Nº 382 (12/3/2021), concedeu elogio post mortem a Olavo pela atuação funcional e a defesa "do papel institucional da Receita Federal na promoção da Justiça Fiscal, como instrumento indissociável da busca por Justiça Social". As disposições da Portaria são as seguintes:

"Art. 1º. Conceder elogio, post mortem, ao Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil, OLAVO PORFÍRIO CORDEIRO, matrícula Siape nº 90912, por sua dedicação e competência, honrando as funções do servidor público federal no desempenho de suas atividades, com zelo, profissionalismo, eficiência, espírito de equipe, alto grau de comprometimento com a missão, visão e os valores da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil, em especial pela incansável atuação como defensor do papel institucional da Receita Federal na promoção da Justiça Fiscal, como instrumento indissociável da busca por Justiça Social. Art. 2º. Determinar que o elogio objeto deste ato conste do assentamento funcional do servidor. Art. 3º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim de Serviço da RFB."



Em carta endereçada à diretoria da DS/Rio, o Auditor-Fiscal Eustórgio Guimarães, Secretário de Assuntos Jurídicos da DS/Pará, destaca a "amizade construída da forma mais simples, sem evidenciações e solavancos", iniciada em 1984, num curso de quatro meses da ESAF, e que se transformou num convívio de "quase quatro décadas".

Diversas mensagens institucionais e pessoais foram endereçadas à diretoria da DS/Rio e aos familiares de Olavo, lamentando o falecimento do colega. Para não haver risco de citarmos alguns e omitirmos tantos outros, registramos as mensagens de pesar recebidas por e-mail e publicadas em páginas da internet, como: DECEX/RJO (imagem), DS/Belo Horizonte, DS/Curitiba, DS/Ceará, DS/Poços de Caldas (nota), DS/São Paulo, Unafisco Nacional, Abafia e MovRio.

O programa radiofônico Faixa Livre, que divulga e debate questões vinculadas ao Fisco e à Justiça Fiscal, manifestou solidariedade aos familiares e à direção da DS/Rio, numa fala do economista Paulo Passarinho (ouça).



Homenagens - Na Assembleia Nacional Telepresencial do Sindifisco Nacional na base Rio, realizada no dia 17 de março, numerosos colegas de convívio na Receita Federal, de vida e de lutas sindicais homenagearam Olavo, destacando sua presença nos movimentos e mobilizações, sua conduta correta, o braço sempre estendido para ajudar a todos. Esses sentimentos foram registrados num textoda Auditora-Fiscal Maria Angélica Vivas Barreto, integrante do grupo fundador do Sindicato.

Sede regional - Na mesma assembleia, os filiados apoiaram decisão da diretoria sindical regional de dar o nome do colega às instalações da Delegacia Sindical do Rio de Janeiro. Portanto, a partir de 17 de março de 2021, a sede da DS/Rio na Rua da Quitanda passa a se denominar Sede Olavo Porfírio Cordeiro.

A diretoria da DS/Rio agradece aos colegas e familiares pelo envio das fotos e mensagens que reproduzimos nesta edição. Dessa forma, teremos sempre Olavo Presente!

 

 

 

Imprimir
   

 

 

 

Rua da Quitanda, 30 - 11º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20011-030
Tel.: (21) 2507-6063 (fax) © 2009 sindifisconacional-rj.org.br – Todos os direitos reservados.