Regionalização avança sem qualquer resistência da atual diretoria

postado em: Chapa 1 | 0

A promoção da autoridade e da valorização do cargo de Auditor-Fiscal passa, necessariamente, pela adequada postura com que nossos representantes sindicais se colocam frente à administração da Receita Federal. Nesse ponto, infelizmente, a atual direção da DS/RJ tem sido opaca e ineficaz, causando muitos prejuízos à classe.

Prova disso foi a forma com que a entidade lidou, no âmbito local, com o avanço do processo de regionalização, que tem representado verdadeira ameaça ao bom trabalho realizado pelos colegas Auditores. A administração da Receita não exitou em dar continuidade ao projeto, iniciado em 2018, a despeito do gravíssimo cenário de crise sanitária decorrente do coronavírus.

Nós, da Chapa 1 RUMO CERTO, não somos contrários ao projeto em si, mas sim à maneira com que vem sendo conduzido, especialmente pela ausência de interação e participação da classe dos Auditores-Fiscais. Apesar de o processo de regionalização ser nacional, sabemos que o corpo funcional em atuação no Rio de Janeiro é constituído, em sua maioria, por colegas que estão na iminência de se aposentar.

Isso impacta sobremaneira as equipes especializadas, que estão sendo esvaziadas devido ao crescente número de pedidos de aposentadoria, causando grande sobrecarga de trabalho para os que permanecem na ativa. Além disso, colegas Auditores de algumas delegacias – como a Demac e a DRF 1 – foram impelidos a mudarem de localização física em pleno auge da pandemia da Covid-19, o que lhes causou enormes riscos e prejuízos.

Tais fatos mereciam uma ação contundente da DS/RJ em defesa de seus filiados. O que vimos, no entanto, foi a total apatia da direção local quanto à situação enfrentada pelos colegas. O que foi efetivamente feito pela Delegacia Sindical a respeito? Nada. Ou melhor, uma simples reunião com os superintendentes da 7ª Região parece ter sido realizada apenas para constar; para que uma foto do encontro fosse divulgada no boletim da DS.

A Chapa 1 RUMO CERTO quer mudar esse modus operandi, propondo uma atuação, de fato, pró-filiado frente à administração da Receita. Somos a favor do diálogo, mas não concordamos com a subserviência com a qual o grupo que atualmente comanda nossa DS se comporta em relação à Superintendência da nossa Região. 

Defenderemos energicamente os colegas do Rio de Janeiro para que todos tenhamos condições de trabalho dignas, à altura da insígnia de Auditores-Fiscais que orgulhosamente ostentamos. Vamos combater qualquer tipo de verticalização que represente dano ou prejuízo aos Auditores porque acreditamos ser esta a “razão de ser” da nossa entidade: a defesa intransigente de cada filiado, visando sempre a valorização do cargo!

Por uma diretoria menos passiva e muito mais atuante, vote Chapa 1 RUMO CERTO!

Comentários estão fechados.